Carregando...

Os melhores conselhos sobre finanças para fotógrafos deslancharem na carreira

Gestão e estratégia

Como na maioria dos trabalhos, a fotografia exige experiência, muito estudo e além de tudo: alto investimento. Para deslanchar na carreira você precisa inicialmente de recursos para cobrir os custos com equipamentos e para pagar as contas e despesas do dia a dia! É preciso administrar bem o seu tempo para pegar o maior numero possível de trabalhos, enquanto cria o seu portfólio e se prepara para ser um profissional independente.

Para te ajudar com isso, aqui vão três dicas financeiras essenciais para evitar dificuldades, e aproveitar as vantagens, de se trabalhar como fotográfo! Que tal aprender a se organizar melhor e ter o controle das finanças para deslanchar nesse inicio de sua carreira?

1. Primeiramente: Planeje bem!

Criar o seu portfólio, ir a reuniões de negócios e fazer contatos profissionais são essenciais para começar nesse ramo, mas tudo isso exige tempo, paciência e muita dedicação. Enquanto você está fazendo essas coisas, como é que paga as despesas básicas?

Os primeiros anos são os mais difíceis, isso porque você está pagando investimentos iniciais e não pode se endividar e nem abusar de mais do cartão de crédito! Se você não tem uma reserva, o conselho é continuar no seu trabalho atual, nem que seja um trabalho de meio horário e ir tornando-se gradualmente um profissional de fotografia independente.

Uma outra dica é fazer uma reserva equivalente as suas despesas pessoais de um ano inteiro! Assim você consegue fluxo de caixa para construir o seu negocio com mais tempo e tranquilidade e a realmente se dedicar aos seus novos clientes!

2. Segundo: Não erre na hora de gastar!

Qual é o maior erro que um fotógrafo iniciante pode fazer? Gastar muito em pouco tempo e em coisas erradas. Certifique-se de encontrar o seu estilo profissional antes de começar a comprar equipamentos. No início é preferível alugar, é mais seguro que comprar e permite testar varias lentes e máquinas disponíveis no mercado até você escolher o equipamento que mais combina com você! O mesmo vale para o aluguel de um estúdio, se você ainda não está ganhando dinheiro, trabalhe em sua sala de estar ou na garagem de casa, ainda não gaste com aluguel de um espaço!

Muitos fotógrafos também encontraram maneiras de cortar custos, fazendo eles mesmos, grande parte do trabalho envolvido na produção e na divulgação! Como serviços de webdesign ou arte gráfica, por exemplo.

3. Por último: Se promova, mas sem gastar demais!

A promoção do seu trabalho não precisa ser cara ou complicada para chamar a atenção do público ou dos clientes. Quando se é um fotógrafo ainda desconhecido, uma promoção personalizada e o contato cara a cara pode ser realmente eficaz. Escolha promover seu trabalho digitalmente, pois sai mais barato!

O que é bem importante, é se encontrar com o cliente e mostrar do que você é capaz enquanto ele olha o seu trabalho, capriche então no seu portfólio! Ao mesmo tempo, vá lançando ideias para ele, mostrando o que está pensando e querendo criar. Surpeenda: proponha entregar algo que ele ainda não tenha visto.

A melhor maneira de começar é fazer um cliente feliz com o trabalho executado e ir além do que ele deseja! Depois de algum tempo esse mesmo cliente poderá indicar mais alguém para um próximo trabalho.

E agora? Está pronto para organizar as finanças e evitar as dificuldades iniciais desse início de carreira? Comente e conte com a gente!

Junte-se aos 24791 fotógrafos que optaram por receber nosso conteúdo exclusivo em seus e-mails (é gratuito)!
Quero receber a newsletter!
Saiba mais sobre o GreatStudio
A missão do GreatStudio é criar e manter sistemas que venham a resolver problemas reais
dos fotógrafos e estúdios de fotografia,
estabelecendo uma parceria de longo prazo
para ajudá-los a alcançar seus objetivos de forma mais rápida e descomplicada.
2014 - 2019 © - Sistema para fotógrafos e estúdios de fotografia