Carregando...

Os erros mais comuns dos fotógrafos. Leia e divirta-se!

Outros

Diz o ditado que uma imagem vale mais do que mil palavras. Digamos que depende muito da habilidade do fotógrafo em capturar, no momento certo, o objeto de seu olhar. Muitas imagens acabam não saindo tão boas quanto as intenções de quem está por trás da câmera, algumas até chegam a não fazer sentido algum e outras saem engraçadas, tamanha a falta de atenção aos detalhes.

Máquina desconfigurada ou mesmo distração são alguns dos motivos para os erros mais engraçados da fotografia! Com a popularização das máquinas digitais, cada vez mais as pessoas tem acesso este universo. Basta uma câmera na mão para muitos cliques serem feitos e, unida à internet, o resultado ainda se espalha pelas redes sociais.

Para não correr o risco – fazendo um trocadilho – de ter seu filme queimado, aprenda com os erros alheios e escape de situações embaraçosas como as que relatamos a seguir:

Não tirar a tampa da lente

Essa é a mais clássica dos erros em fotos: tudo escuro porque o fotógrafo se esqueceu de tirar a tampa da lente. Acredite se quiser, mas acontece muito.  Cuidado com a distração, crie o hábito de olhar para a câmera como se fosse fazer um selfie para verificar se retirou a tampa da lente!

Carga da bateria quase nula

Tem coisa pior do que chegar a um lugar incrível, com uma vontade enorme de registrar toda a beleza do passeio e descobrir que a carga da bateria está quase no fim? A dica aqui é carregar sempre outra sobressalente para eventuais trocas e andar sempre com um carregador, caso você tenha tempo para a pausa estratégica. Evite ficar mexendo nos botões de regulagem da máquina ou apagar fotos, o que consome mais bateria!

Cartão de memória cheio

Dentre todas as trapalhadas, essa pode ser a que mais faça o fotógrafo passar raiva. Máquina carregada e prontinha para o uso, mas... cartão de memória cheio, sem espaço para nenhuma outra foto e, pior, não dá para apagar nada do que está ali porque não foi feito backup. Acostume-se a baixar as imagens em seu computador e limpar o cartão de memória cada vez que for usá-lo. Outra dica é andar com um cartão de memória reserva na bolsa da câmera.

Lente empoeirada

Levar a máquina para todos os cantos acaba sujando o equipamento. De tempos em tempos utilize um pincel de cerdas macias para tirar a poeira acumulada na lente. Em muitos casos, a lente não se abre corretamente por conta da poeira e a foto sai cortada porque ela não se abriu por completo.

Luz e sombra

Certifique-se de que o sol esteja atrás de você, caso contrário, só vai conseguir silhuetas em sua foto.

Ajustes mal feitos

O White Balance é um dos ajustes a serem regulados na máquina. Quando não é feito, as fotos podem sair azuladas, esverdeadas ou muito brancas. Não é aconselhável deixar o ajuste no modo automático.

Flash desligado

Aquele aniversário cheio de gente e, no momento de assoprar as velinhas, as luzes foram desligadas e você designado a tirar as fotos do aniversariante. Tudo ótimo até perceber que as fotos foram todas tiradas sem flash e mal se vê o protagonista da festa. Grande erro!

Apesar de parecerem primários, esses erros são mais comuns do que se possa imaginar. Outro deslize que merece ser citado é achar que uma câmera cheia de recursos faz o trabalho por si. É preciso, independente do equipamento, ter familiaridade com o trabalho. Teste antes em casa tirando fotos dos móveis, plantas, animais e da paisagem para verificar todos os recursos disponíveis na máquina e se acostumar com ela. Bons cliques!

Junte-se aos 24791 fotógrafos que optaram por receber nosso conteúdo exclusivo em seus e-mails (é gratuito)!
Quero receber a newsletter!
Saiba mais sobre o GreatStudio
A missão do GreatStudio é criar e manter sistemas que venham a resolver problemas reais
dos fotógrafos e estúdios de fotografia,
estabelecendo uma parceria de longo prazo
para ajudá-los a alcançar seus objetivos de forma mais rápida e descomplicada.
2014 - 2019 © - Sistema para fotógrafos e estúdios de fotografia