Carregando...

Conheça 3 dos maiores fotógrafos da história e seu estilo!

Outros

Os verdadeiros mestres da arte de registrar imagens revolucionaram a técnica e o olhar fotográfico. O legado que deixaram - e deixam -  influencia gerações, inspirando cliques mais profundos, dramáticos e interessantes. Entre os nomes que mais se destacam, três não podem ficar de fora da lista: Cartier Bresson, Pierre Verger e Sebastião Salgado. E o post de hoje é exatamente sobre eles. Cada um tem um estilo e uma importância, mas todos servem de inspiração para os amantes da fotografia. Então vamos conhecer um pouco mais sobre cada um!

Pierre Verger (1902 - 1996)

Conhecido por sua paixão em fotografar temas ligado a religiões africanas e afro-descendentes, principalmente em Salvador, na Bahia, esse franco-brasileiro deixou sua marca ao trazer à tona um novo olhar sobre os negros. Até então, no início do século XIX, eles eram retratados apenas ligados à escravidão ou às páginas policiais. Verger passou clicar os negros em festa, em momentos sagrados e em atividades do cotidiano. Para ele, mais importante que o enquadramento clássico é a força da imagem e o que ela transmite.

 

Cartier Bresson (1908 - 2004)

Considerado o pai do fotojornalismo, o francês Cartier Bresson é um nome imprescindível na lista de estudos de qualquer aspirante a fotógrafo. Pioneiro no registro do cotidiano, mostrava a realidade e se tornou obcecado por ela. Inovador, estava sempre em busca do “instante decisivo”, que é o momento certo de clicar, e chegava a esperar horas por ele. Não usava tripé e saía pelas ruas com uma Leica na mão, registrando as pessoas que circulavam nas ruas sem que elas percebessem a sua presença. Bresson conseguiu traduzir sentimentos em imagens usando um rigor técnico que exigia disciplina e muita sensibilidade.

 

Sebastião Salgado (1944)

O único mestre vivo da lista tem um estilo que herdou de Cartier Bresson. As fotos de Sebastião Salgado, nascido em Minas Gerais, são marcadas por um registro sensível e engajado, sempre em preto e branco e que buscam o momento decisivo. Suas imagens documentais retratam mudanças sociais, econômicas e naturais no mundo de forma poética. Em vez de apenas registrar, Salgado procura por um olhar mais intenso, um momento frágil, uma mensagem. Esse estilo já lhe rendeu diversos prêmios fotográficos importantes e um reconhecimento internacional, principalmente junto às causas humanitárias.

Esses três grandes nomes estão interligados por um ponto em comum: a busca por uma mensagem, uma poesia, um sentimento. Nenhum deles deixou a técnica se sobressair a esse objetivo mais importante. O resultado são fotografias em preto e branco que questionam a própria técnica fotográfica ao repensarem enquadramentos em prol de contar histórias. Por isso, esses nomes são tão inovadores e inspiradores. Com temáticas que tocam na alma e um olhar humano e, sim, com um conhecimento da técnica, eles puderam ousar para estabelecerem um legado.

A fotografia do cotidiano jamais teria chegado onde chegou sem esses mestres da arte em registrar imagens. Portanto, para quem quer alçar voos na fotografia, vale lembrar sempre do que Verger, Bresson e Salgado ensinam por meio das imagens: tenha paciência para esperar o instante, esteja preparado para percebê-lo quando ele acontecer e procure transmitir a aura do momento. Isso não quer dizer que você vai se tornar um Sebastião Salgado do dia para a noite, mas estará no caminho certo para as fotos surpreendentemente impactantes.

Junte-se aos 24791 fotógrafos que optaram por receber nosso conteúdo exclusivo em seus e-mails (é gratuito)!
Quero receber a newsletter!
Saiba mais sobre o GreatStudio
A missão do GreatStudio é criar e manter sistemas que venham a resolver problemas reais
dos fotógrafos e estúdios de fotografia,
estabelecendo uma parceria de longo prazo
para ajudá-los a alcançar seus objetivos de forma mais rápida e descomplicada.
2014 - 2019 © - Sistema para fotógrafos e estúdios de fotografia