Carregando...

Como tirar boas fotos de objetos em movimento?

Dicas

Para tirar fotos de objetos em movimento basta usar o shutter na velocidade que evita a instabilidade, certo? Errado. Muito mais que apenas focar e se preocupar com a abertura da lente, para conseguir o desfocado ou a definição que você imaginou, existem velocidades diferentes para se usar o shutter que são cruciais para conseguir efeitos específicos.  Veja as dicas para conseguir congelar o objeto, borrar o fundo e interpretar qual a melhor velocidade para obter o efeito ideal:

1. Congelando imagens

Em muitos casos, a foto em movimento precisa destacar o objeto do fundo, e congelar é a solução. As fotos de esportes, por exemplo, precisam de uma definição perfeita. Imagine que você está fotografando uma maratona. Obviamente, não vai querer perder o foco do vencedor certo? Em todos os casos, considere a velocidade que o objeto transita, a distância que você está dele e o ângulo do qual você está fotografando.

Se for uma corrida de carros, por exemplo, talvez não haja velocidade de shutter tão alta para conseguir congelar o objeto.  Nessa situação, você precisa se esforçar para manter o objeto no quadro, acompanhando-o. Lembre-se: é a velocidade do objeto na sua câmera que irá definir a velocidade do shutter, e não a real velocidade do objeto. Por isso, não se prenda a números, teste e regule para obter o melhor efeito.

      1.1 Se o objeto está na sua direção...

No caso de você estar bem na direção do trânsito do objeto, bem de frente, usar o shutter duas ou três vezes mais lento geralmente é o necessário.  Como ele não atravessa o seu quadro, o seu grande desafio nesse ângulo é focar: use o automático para evitar borrar e perder o grande momento.

       1.2 Se o objeto atravessa o seu quadro...

Quando o objeto passa pela câmera de forma perpendicular, você precisa ser rápido, pois é o ângulo no qual você tem menos contato com ele, ou seja, ele está em altíssima velocidade na sua câmera. Uma velocidade do shutter alta pode não ser suficiente, você precisa acompanhar o objeto fazendo uma panorâmica para obter uma imagem mais definida.

       1.3 Se o objeto está em 45 graus de onde você está

Em 45 graus, o objeto pode estar na mesma velocidade que estava quando ele passava perpendicular a você, mas na sua câmera parecerá ser a metade disso. Isso quer dizer que você vai precisar de usar o shutter na metade da velocidade na outra posição para congelar o objeto.

Nos casos em que se usa o shutter em velocidade baixa, o fundo da imagem será sempre borrado devido à longa exposição, o que mostra que a imagem está em movimento e deixa um efeito interessante ao ser contrastada com o objeto parado. Brinque com os efeitos se quiser algo mais artístico e se tiver tempo para arriscar novas ideias em movimento. Se o objeto não estiver muito definido, aumente a velocidade do shutter, e o se o fundo estiver mais borrado do que o que deseja, diminua a velocidade. Divirta-se!

Junte-se aos 24791 fotógrafos que optaram por receber nosso conteúdo exclusivo em seus e-mails (é gratuito)!
Quero receber a newsletter!
Saiba mais sobre o GreatStudio
A missão do GreatStudio é criar e manter sistemas que venham a resolver problemas reais
dos fotógrafos e estúdios de fotografia,
estabelecendo uma parceria de longo prazo
para ajudá-los a alcançar seus objetivos de forma mais rápida e descomplicada.
2014 - 2019 © - Sistema para fotógrafos e estúdios de fotografia